sábado, 16 de novembro de 2013

GLOSANDO MINHAS QUADRAS - MAR / AMOR




MOTE

Escrevo sonetos ao mar
Faço poemas de amor
Ao primeiro vou-me inspirar
Do segundo tenho o sabor

GLOSA

Num dia na praia passei
Vi as ondas a deslizar
Logo da poesia me lembrei
Escrevo sonetos ao mar

Cada passeio é uma sensação
Esteja frio ou até calor
Abraço a inspiração
Faço poemas de amor

Mar/amor, dupla envolvente
Motivante e espectacular
Ambos mexem com a gente
Ao primeiro vou-me inspirar

Desenvolvem muita harmonia
Iluminam com a sua cor
Derramam imensa magia
Do segundo tenho o sabor


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: