quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

MEDO DE ENVELHECER ( GLOSA )




MOTE

Não tenho medo de envelhecer
Vou seguro nos meus cinquenta
Só não quero dar trabalho ou sofrer
Quando chegar aos oitenta

GLOSA

Pela idade vou passando
Com felicidade e prazer
Mesmo com os anos voando
"Não tenho medo de envelhecer"

O tempo sempre correu veloz
Vinte, trinta e depois quarenta
Passando num instante por nós
"Vou seguro nos meus cinquenta"

Por aqui deixo meu pedido
Lamento ter de escrever
Para não me sentir constrangido
"Só não quero dar trabalho ou sofrer"

Ao Senhor quero confessar
Que passe seguro aos setenta
Deixe-me com saúde ficar
"Quando chegar aos oitenta"


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: