quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

QUADRAS DE IMPROVISO 5



Quanto mais tempo passar


Mais a nossa amizade florescerá

Cá estaremos para a regar

E assim sempre crescerá





As quadras vêm e vão

Voando de forma discreta

Acompanham a inspiração

De qualquer aprendiz de poeta





Um beijo que segue e voa


Para o outro lado do mar

Vai direito a uma pessoa

Que eu vou sempre admirar





Esses teus olhos acastanhados


Muita coisa quererão dizer

Serão segredos bem guardados

Que eu daria tudo para saber






É um amor tão saboroso

O amor que a Mãe nos tem

É bem doce e caloroso

Que a todos filhos quer bem





Onde ver escrito poesia


Entro logo sem pudor

Perdoem a minha ousadia

Sou assim, sou um estupor





Com palavras, gosto de brincar

De uma maneira bem discreta

Faço quadras para disfarçar

A minha máscara de poeta







JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: