quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

QUADRAS DE IMPROVISO 1



Assim queira a inspiração

Para poder assim a continuar

A escrever com emoção

E com as palavras brincar





Meus Pais me fizeram assim,


O que poderei eu fazer

Senão continuar até ao fim

Levando a vida com prazer





Em minha terra é tudo belo


Alguém lhe deu fama

Aqui nasceu no Castelo

O navegador Vasco da Gama






De improviso sabe bem

Construir uma quadrinha

Escrever de Sines é também

Uma grande vaidade minha





Com as palavras vou brincando


Até do amor vou escrevendo

Assim vou sempre andando

Á inspiração também devendo





Não me queixo de não ser aumentado


Compreendo muito bem a situação

Sinto a dor de quem está desempregado

Que nem tem dinheiro para o seu pão





JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: