sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

SOM DA NOITE



O relógio caminha para as quatro horas,
Numa madrugada ruidosa !
Lá fora...
O vento silva intensamente,
Com seu barulho ensurdecedor,
Fustigando as árvores indefesas !
Lá longe...
O mar descarrega sobre as rochas,
O seu ímpeto descontrolado !
Na noite escura...
Rasgando o Céu,
Surge a luz intensa do farol,
Reclamando a sua presença !
Assim...
Vai caminhando a noite
Em direcção a um novo dia !
Oh, noite...
Que vinho tão embriagante
Me deste tu a beber,
Para te adorar assim tanto ?



JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: