sábado, 21 de janeiro de 2012

POETA A BRINCAR



Ao escrever, sinto-me petiz
Pois a brincar, aqui estou
Ao fazê-lo, considero-me feliz
Partilhando aquilo que eu sou


Dá-me gozo e muito prazer
Agir desta simples maneira
Todo o soneto que escrever
É nascido por brincadeira


Agradeço á inspiração
Esta agradável emoção
Que na poesia descobri


Não parece, mas é verdade
É completamente a realidade
Que a brincar assim me vi




JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: