sábado, 21 de janeiro de 2012

OLHEI PARA O FIRMAMENTO

Olhei para o firmamento deslumbrante
Estrelas eu via cintilar, resplandescentes
Onde na terra esvoaçavam inocentes
Avezinhas no alegre chilrear constante


Num vale um rio correndo suavemente
Perguntando aos planaltos onde está o mar?
Estou cansado de correr para lá chegar
Para no meu leito dormir eternamente


Ó serras, ó vales, ó planicies, contai
Porque é tão diversa e poderosa a natureza
Porque existe tanta alegria e tristeza
Porque é que vem a morte, e tudo levai


Ó mar salgado, infinito e profundo
Horroroso cemitério de tantas gentes:
És o grande Senhor dos cinco continentes
Mas só Deus omnipotente, domina o mundo.



Autora : Antónia Matilde Teresa Romão,
poetisa popular ( Sines ) do seu livro
" Riso das marés "


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: