segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

MÃE, SAUDADES !




Das mulheres que conheci
Uma há que sempre amei
Mãe, estou a me referir a ti
Pois jamais te esquecerei


Era uma estrela, minha Mãezinha
Brilhando no meu coração
Aquela estrela que foi minha
Abandonou-me na escuridão


Fiquei sem teu amor profundo
De certeza único no mundo
Que com ele muito aprendi


Ser Mãe é um dom divino
Quem o diz é o " teu menino "
Que tem muitas saudades de ti.



JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: