quinta-feira, 8 de setembro de 2011

PESCADOR VALENTE




A vida do Pescador
É feita de muita canseira
Nasce e morre sofredor
A bordo de uma traineira


Á tarde ou de manhãzinha
Ele lá parte para o mar
Com o farnel na cestinha
Querendo a casa retornar


Não tem horas para dormir
Espera por algum peixe surgir
Pede a Deus que o sustente


Entre muito luta e muita dor
No meio da chuva, frio e calor
Assim temos o Pescador valente



JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: