sábado, 3 de setembro de 2011

MEU RIMAR




O que escrevo é mesmo assim
Vai saindo livre e naturalmente
Expontaneamente brota de mim
Simples, banal e frontalmente


Escrevo do dia a dia
Escrevo do que aparecer
Tenho prazer e alegria
Importante é escrever


Tem o seu quê de beleza
Bem como também riqueza
Com as palavras brincar


Só assim sei me entender
Só assim tenho prazer
Só assim eu sei rimar




JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: