domingo, 11 de janeiro de 2015

14º SONETO DE 2015 ( PROMESSA DE SONETISTA )



Armado num valente artista
Peguei no caderno e caneta
Disfarçado de sonetista
Quis-me armar em vedeta

Modestamente eu reconheço
Que terei imenso a aprender
Naturalmente que conheço
Que muito pouco sei escrever

Por aqui deixo uma promessa
Para cumprir com muita pressa
Que me dedicarei á aprendizagem

Desejo as regras respeitar
Quero com todos partilhar
Do Jorge, uma nova imagem


JORGE BRITES
11-01-2015 (06H35)
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: