segunda-feira, 7 de março de 2011

ALIMENTO-ME DE POESIA



Um bom prato de Poesia
Alimenta-me a Alma
É meu feitiço e magia
E torna-me a vida calma


Um bom copo de Poesia
Deixa-me muito satisfeito
Faz transparecer a alegria
Que transporto no meu peito


Por fim vem a sobremesa
Sem nenhuma surpresa
Para acabar o meu dia


É esta a minha refeição
Á qual junto a inspiração
Alimentando-me assim de Poesia




JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: