domingo, 5 de agosto de 2012

DESLUMBRANTE MAR




Apeteceu-me um soneto fazer
Em homenagem a este lindo mar
Nada me dá mais prazer
De que a aqui vir e o admirar


A água quase me toca os pés
No seu calmo deslizar
É o trabalho das marés
Na sua tarefa tão singular


É deslumbrante esta imensidão
Que toca forte no meu coração
Me deixando muito agradecido


É indiscrítivel e maravilhoso
Cada momento é delicioso
Que passo neste mar tão querido



JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Sem comentários: